Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria Papoila

um nome como outro qualquer

Maria Papoila

um nome como outro qualquer

igualdade

Setembro 27, 2018

Maria Papoila

Esta história da igualdade de direitos às vezes dá comigo em doida. Eu entendo que foi preciso muita luta para que fosse reconhecida a importância das mulheres na sociedade e no trabalho, o que não aboliu a importância das mesmas na família.

Eu, que sou mulher, agradeço de coração, a oportunidade de poder escolher. O que eu não entendo são as criticas a quem escolhe viver unicamente para a família depois de ter, por exemplo tirado um curso universitário. Ai de quem ouse sequer dizer "nada me dá mais alegria do que ficar em casa a tomar conta dos meus filhos e receber o meu marido depois de um longo dia em que esteve fora"... de um momento para o outro esquecem-se as igualdades, esquece-se a alegria, a oportunidade que a mulher teve para escolher o que a faz feliz, de repente é uma retrógrada, uma submissa, um pau mandado... e outras coisas que nem consigo escrever aqui. Eu não seria capaz de ficar em casa unicamente a cuidar do marido e da casa, por isso não fico.

Faço o melhor que sei e tento tomar as melhores decisões quer profissionais, quer familiares.

Mas irrita-me solenemente ver mulheres a cuspir à boca cheia críticas umas contra as outras batendo sempre na mesma tecla da evolução, da modernidade, dos direitos e da igualdade... e depois vamos a ver por exemplo naquelas "lavagens de carros self-service" quantas mulheres lavam os carros... e não me venham com a história de que "isso é tarefa dos homens" que eu grito!!!

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D